Tratamento endodôntico moderno: rápido e indolor

21 de fevereiro de 2020

Lesões de cárie amplas e fraturas extensas são alguns sinais que merecem atenção e, talvez, até a realização do tratamento endodôntico. Uma área da Odontologia que alguns anos atrás era muito temida, mas que hoje em dia, com todos os equipamentos tecnológicos disponíveis, já não é mais vista dessa forma. As técnicas mais atuais, com os sofisticados motores automáticos e os modernos aparelhos de microscópio dominam a Endodontia, proporcionando agilidade e conforto ao tratamento, que muitas vezes pode ser finalizado em apenas uma consulta.

A Endodontia é a especialidade da Odontologia que cuida da prevenção, diagnóstico e tratamento das lesões que acometem as estruturas internas dos dentes, chamadas de polpa dental, cavidade endodôntica e os tecidos de suporte adjacentes. A polpa é um tecido vivo, contém nervos e vasos sanguíneos que, quando infectados ou agredidos, geram uma resposta inflamatória, causando dores intensas de dente, necessitando, então, de um tratamento endodôntico para que a dor cesse.

Porém, a falta de tempo com os inúmeros deveres e a agenda completa, muitas vezes, preocupam-nos em relação ao período do tratamento e os números de sessões que serão necessárias.

Em nossos dias, com a Endodontia cada dia mais especializada, não temos mais esse problema. A tecnologia aplicada agrega conforto e rapidez, mas não apenas isso: agrega também segurança e qualidade ao tratamento.

São diversos os equipamentos, entre eles, as limas mais finas e flexíveis, os motores elétricos e equipamentos de odontometria eletrônica. A alta precisão deles, aliada à atuação de profissionais renomados na área, torna o tratamento rápido e praticamente indolor.

De qualquer forma, é essencial a realização check-ups periódicos para evitar os problemas endodônticos.